Carregando...

Compra 100% Discreta
Ajude outras pessoas com sua experiência...
Dê também o seu depoimento!

Quero dar o meu depoimento

Veja todos os depoimentos!

Quebrei o tabu - Sexo anal.
por Maria

Perdi a virgindade com 19 anos, achava o sexo anal impossível de acontecer comigo.

Com 22 anos, tive meu primeiro namoro sério. Meu namorado pedia sempre pra fazer sexo anal, mas sempre neguei. Ele, muito esperto e paciente, foi com calma.

Começou com os dedos mágicos,enquanto me fodia colocava seu dedo na porta de trás. No início eu tirava, achava nojento e desconfortável. Com o tempo fui me acostumando, e logo comecei a gostar muito. Rebolava pra sentir mais o atrito, ele foi colocando mais um dedo e mais outro.

Um dia ele colocou o meu dedo e o dele, senti o êxtase quando ele introduziu o seu dedo no meu cú. A satisfação, e o sentimento de domínio em estar me fodendo toda, com a pica na buceta, e meu dedo e o dedo dele meu cú, foi incrível.

Depois dos seus dedos deliciosos, foi a vez da cabeça. Sabe quando vocês homens dizem:”só a cabecinha”. Pois é, ele dizia isso.

E com muita paciência passava sua cabeça, toda lubrificada e já molhada de tanto meter na minha buceta. Só que quando ele tentava colocar doía muito, ele então parava e tentava em outra oportunidade. Com o tempo eu mesma colocava a cabecinha gostosa na portinha,mas lembrava da dor e tirava. Certo dia, depois de muitas taças de vinho, cheios de tesão começamos a fazer sexo.

Ele me deixou louca, e eu conduzi a pica dele no meu cú, senti dor mas fui em frente. Não me arrependi, gozei em menos de um minuto.

Ele ficou enlouquecido, se sentiu o cara pq tirou a virgindade do meu cuzinho.

Atualmente não posso tomar anticoncepcionais, e aí ele tem saudade de gozar dentro. Tadinho, pra ele poder gozar dentro sedo meu cú, aposto que a troca foi justa.

Um dia, o vendei e prendi seus braços. Comecei com aquele oral digno, e depois de deixá-lo doido. Sentei com toda a vontade, quando ele sentiu que era o cuzinho, quentinho e apertado. Pirou!

Meninas, quebrem esse tabu, sempre com responsabilidade e com alguém que realmente mereça o troféu de ouro =)


comentários por Disqus